Como investir em imóvel com pouco dinheiro?

Como investir em imóvel com pouco dinheiro?

Comprar um imóvel é o sonho de muitos brasileiros. Esses bens garantem segurança patrimonial para a família e geram vários benefícios, como estabilidade financeira e possibilidade de utilização de pagamento em outros investimentos.

Uma dúvida que surge ao se pensar nesse mercado diz respeito a se é possível investir em imóvel com pouco dinheiro: afinal, quanto se deve ter guardado para conseguir adquirir o próprio bem?

Neste texto nós mostramos algumas dicas para conseguir fazer isso, explicando cada ponto para que você consiga seguir um bom planejamento. Confira!

Ache uma forma de pagamento que caiba no orçamento

A primeira dica para investir em imóvel com pouco dinheiro é buscar uma forma de pagamento que caiba no seu bolso e atenda às suas expectativas. Felizmente existem várias maneiras de pagar um imóvel.

A mais comum é o financiamento: aqui você pagará um valor de entrada (que geralmente gira em torno de 20% a 30% do bem) e o resto será parcelado de acordo com as regras da instituição financeira contratada.

Comprar um imóvel à vista pode ser muito difícil para a maioria das famílias, afinal, é preciso guardar todo o dinheiro para fazer o pagamento do bem. Mas aqui há uma grande vantagem: é possível conseguir bons descontos com o vendedor.

A dica aqui é verificar quais as suas necessidades e possibilidades: se você pode esperar alguns anos para guardar o dinheiro e investir em um imóvel é possível comprá-lo à vista. Se deseja algo mais rápido e com custos mensais, o ideal é buscar financiamentos.

Defina um valor ideal de parcelas

Se você optou por contratar um financiamento é preciso começar a se planejar do início: defina o valor que você consegue pagar de entrada e uma média das parcelas que deseja bancar mensalmente.

Ter isso em mente é fundamental para conseguir escolher o imóvel e fazer simulações para definir o que cabe no seu orçamento. Aqui o ideal é contar com uma consultoria imobiliária, que poderá analisar todos esses fatores e ajudar na escolha do bem.

Vale lembrar que o valor das parcelas não pode comprometer mais do que 30% da renda declarada — considerando, ainda, outros parcelamentos que você pode ter. Aqui a dica é utilizar a renda conjunta do casal para complementar esse montante.

Tente utilizar o FGTS para comprar o imóvel

Todos os trabalhadores com carteira assinada têm direito ao FGTS. Ele corresponde a 8% do salário do empregado e deve ser depositado pelo empregador em uma conta vinculada na Caixa Econômica Federal e ele só pode ser sacado em algumas situações específicas.

Uma dessas possibilidades é o financiamento do imóvel: cumprindo certos requisitos o FGTS poderá ser utilizado para constituir parte do pagamento ou mesmo do valor total. Além disso, é possível liquidar o saldo devedor ou pagar um pouco das prestações.

Para isso é preciso preencher alguns requisitos: o comprador deve ter, pelo menos, três anos de trabalho com carteira assinada, não ter nenhum financiamento ainda ativo pelo SFH e não ser proprietário de imóvel no município ou no local onde trabalha.

Além disso, o imóvel deve ter o valor de, no máximo, R$ 1,5 milhão, além de não ter sido adquirido com o FGTS anteriormente. Cumprindo tudo isso, é possível utilizar esse saldo para comprar o seu imóvel.

Sabendo dessas dicas sobre investir em imóvel com pouco dinheiro você conseguirá entrar nesse mercado e construir um patrimônio sólido para a sua família. Não esqueça de contar com uma empresa de consultoria imobiliária para facilitar todo esse processo e fazer negócios com segurança e garantia de rentabilidade.

Ficou interessado em começar a investir em imóveis com pouco dinheiro? Então entre em contato conosco e saiba como podemos ajudá-lo!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.